Anunciar no Google dá lucro?

Anunciar no Google dá lucro?
Publicidade gerou R$ 41 bi a brasileiros

Dona de mais de 30% das receitas de publicidade no mundo, empresa mediu o retorno econômico de suas ferramentas

 

Quando se fala em publicidade na internet e em construir uma presença digital para um negócio, é comum que pensemos primeiro nas redes sociais — como fazer uma página na rede social Facebook ou patrocinar um post na rede de imagens Instagram. Mas o Google não está de fora dessa briga, e nem só de buscas, vídeos do YouTube e celulares com sistema Android a empresa é feita.

 

No Brasil, as ferramentas de anúncios da empresa norte-americana atenderam em 2018 mais de 60.000 empresas e organizações, que usaram plataformas como o Google Ads (anúncios, em inglês) para anunciar em sites na internet, ou pagaram para aparecer na própria página do buscador.

 

E a empresa fez um levantamento para medir o quanto os anunciantes — e a própria economia local — ganham com isso. O resultado foi que, em 2018, as ferramentas de busca e publicidade do Google ajudaram a movimentar 41 bilhões de reais em atividade econômica no Brasil. Os números estão no Relatório de Impacto Econômico do Google no Brasil, divulgado nesta segunda-feira.

 

Além do Ads, focado nas empresas, o Google tem ainda o AdSense (para quem publica conteúdo e quer disponibilizar espaço para propaganda em seu site ou blog) e o AdGrants, onde oferece a ONGs uma doação de 10.000 reais para gastos em anúncios.

 

Os 41 bilhões movimentados são a soma do impacto econômico gerado por todas essas ferramentas (incluindo os ganhos das ONGs e dos produtores de conteúdo que receberam publicidade em seus sites).

 

O relatório mostra que cada empreendedor ganha entre 5,75 e 12,50 reais em vendas para cada real investido no Google Ads. As estimativas foram desenvolvidos por Hal Varian, economista-chefe do Google.

 

“Ajudamos a conectar empresas que vão vender produtos e serviços com o comprador que está buscando esses produtos e serviços. Esse encontro de interesse é a grande contribuição que as plataformas dão para a economia”, avalia Marcelo Lacerda, diretor de políticas públicas e relações governamentais do Google no Brasil.

 

Fonte: Exame

WhatsApp